Os Disparates De VOX: De Armas E Homossexualidade – Peço A Palavra

Os Disparates De VOX: De Armas E Homossexualidade - Peço A Palavra 1

Não imagino se será melhor que Santiago Abascal, o líder de VOX, se mantivesse em silêncio nesta campanha eleitoral, como tem feito até já. Apenas uma imagem, não super bem sucedida, com visibilidade para uma varanda ataviado com um morrión, usado pelos terços espanhóis, é o único que temos visto nestes dias.

não tenho dúvida que a política é algo mais sério do que tudo isto. A VOX ninguém poderá discutir o sucesso de ter encandilado a um setor da direita, desiludido, e com toda a desculpa ,com o Partido Popular. Suas proclamações, fáceis e diretas, sobre a unidade da Espanha e da defesa dos valores convencionais, sem complexos nem matizes, têm praticidade de penetração no eleitorado choroso na inexistência de firmeza do PP. E eu o compreendo super bem. Mas outra coisa é a semana da segunda batalha mundial de alegações que estamos lendo, que não asseguram nada de bom para a altas expectativas eleitorais desta formação política.

  • “Nympholepsy” (1973)
  • 02 h Espanha ganha 3-dois pros italianos no pólo aquático no desfecho do primeiro tempo
  • um “Perón torna”
  • 3 Prefeita de Barcelona
  • No dia 23 de novembro, publicam-se as candidaturas oficiais das eleições
  • Auxílios instituídas pelos Estados

Que são algumas, contudo que me parece a mim que irão rebaixar o que sobra de campanha. E digo isso pelo motivo de já estou observando outras deserções. Há pessoas que se levanta de VOX e se deita do PP.

E que, na mesma mesa de voto poderá variar o voto. Só vou ceder 3 exemplos que eu considero um disparate. A ferocidade de gênero. E é verdade que há que combater o “feminismo histérico”, como eu chamo, e a ideologia de gênero que se quer estabelecer.

No término VOX teve que ceder a uma de tuas probabilidades, e votar a investidura de Juanma Moreno, na Andaluzia, esquecendo-se da tua condição de que derogara a lei de agressividade de gênero. Dizer coisas no momento em que não se está no poder é simples, outra coisa é poder cumpri-lo, no momento em que se consegue. Uso de armas de fogo. Abascal apostou ontem por abrir a mão para a posse de armas.

Portugal não é o velho Oeste, nem sequer por aqui existe um defeito dramático de insegurança. Outra coisa é que um possa defender-se legitimamente de um furto ou assalto à sua residência. Introduzir este debate me parece estar fora da realidade e ceder uma imagem irreal de nosso povo. Homossexualidade. A essas alturas não se poderá contar, como alegou ontem Fernando Paz, número um por Albacete no Congresso, do que uma criancinha gay há que ceder “terapia”. Eu acho que o VOX pode perder fração do que foi conseguido com estas ocorrências. Porque a isto há que inserir que o voto a esta criação política em cidades pequenas é um voto ao PSOE e se for pro Senado, até que ponha em perigo a aplicação de um 155 na Catalunha.

James C. Hathaway. (1997). Reconceiving International Refugee Law. Para impedir dificuldades, não decores ou incorporar seções do teu pedido. Sou cantora , e como percussionista eu tenho mais de trinta anos de carreira e adoraria de colocar as minhas experiências e trabalhos neste local.