À Margem Dos Assuntos Parlamentares

À Margem Dos Assuntos Parlamentares 1

O porta-voz do PSdeG na Câmara, Xoaquín Fernández Leiceaga, decidiu botar a pontevedresa Patricia Vilán, a quem alivia o cargo, e o lucense Luis Álvarez como os seus ‘número 2’. Completam o núcleo duro do grupo parlamentar da corunha Juan Manuel Díaz-Horário, pela propriedade de secretário, e a ourensana Noela Branco como vocal. A infinito assim como incluirá a lucense Concepção Burgo se, enfim, como é a vontade do PSdeG, vá a um dos postos da Mesa do Parlamento, que não corresponderiam à Cidade.

tudo isso tem dado conta desta segunda-feira, em conferência de imprensa Leiceaga depois da reunião pra constituição do Grupo Socialista, que, segundo garantiu, transcorreu “sem nenhuma voz combate no provisionamento desta” e com a “unanimidade” e “cordialidade”. Vigo– lembrou que corresponde ao endereço do PSdeG resolver quem vai estrelar os principais debates no Pazo do Hórreo.

Tanto é portanto, que a própria presidente da gestora, Pilar Cancela, compareceu à reunião do grupo parlamentar para transportar a cada um dos deputados socialistas a vontade “unânime” do órgão que dirige. Outro questão que foi assediado diante os meios Leiceaga, que também avançou que os socialistas vão fazer uma “oposição responsável e construtiva”, foi a constituição da Câmara na próxima sexta-feira. Com a divisão dos cargos da Mesa pendente, descreveu tua intenção de fechar um acordo que permita dar início a legislatura “com normalidade” e sem o “confronto” entre as forças da oposição.

Após um contato amistoso e cordial” em datas passadas, concretizou-se que, a começar por “imediatamente” começarão as negociações que não se prevê que venham a ser “complicadas” ou “difíceis”. O objetivo, disse, é impossibilitar que se produzam “menores espetáculos”.

À margem disso, indicou que tua meta é exercer o serviço de oposição com a “entrega” e com o objetivo em mente de “tentativa de acrescentar o espaço político” do PSdeG. Assim, os socialistas combinadas as iniciativas propositivas com a fiscalização do governo chefiado por Alberto Núñez Feijóo, e irão tentar “influenciar e modificar as políticas do PP.

Consciente além da seriedade de “acentuar” o contato com a população, prometeu levar a voz dos diferentes territórios e setores ao Parlamento prontamente pra conversa sobre os orçamentos regionais. Também, tem afirmado que o grupo socialista será um território em que se possa “trabalhar com conforto”, independente da visão política de cada deputado.

À margem dos assuntos parlamentares, Leiceaga cancelado as questões dos jornalistas relativas ao envolvimento dos inmensuráveis líderes socialistas pela campanha e prefere “assistir ao futuro”. A ele cabe, falou, “fazer um exercício de construção do trabalho político do Parlamento que possa ser capaz”. Também não quis encostar a ocorrência orgânica do PSdeG, com o pretexto de que deve agir com “responsabilidade” e sem sair de teu âmbito de habilidade.

  1. Universidade IDEP
  2. Quais medidas serão levadas a cabo
  3. 00 h. O Inter quer ‘pescar’ a Vidal nas águas revoltas do Bayern
  4. Entrada em vigência do Acordo de Schengen
  5. John Brewer, História
  6. 2006 – Memórias a respeito de meio século. Da contra-Reforma à Internet
  7. Península Arcos Santa Fé 140 m[83]
  8. As duas faces da moeda: os procedimentos de investidura e censura

Segundo adiantou o jornal ABC, a Comunidade cobre nesta hora o serviço de empréstimo de livros com um Bibliobús que estaciona em frente à biblioteca todas as sextas-feiras até que vai consertar a caldeira que, supostamente, tem danificada. O futuro da Alternativa Socialista, pela Comunidade de Madrid (1) Resultados das gerais e das municipais e regionais.

Quinze Junho, 2019En tempos de transformação, como os atuais, é custoso comentar do futuro da Alternativa Socialista, pela Comunidade de Madrid. A alternativa de progresso com o PSOE e Ángel Gabilondo. A alternativa do continuismo com os Cidadãos, Partido Popular e VOX. 10 Junho, 2019Son as duas possibilidades possíveis na Comunidade de Madrid.